Caros condôminos!

Caros condôminos, elaboramos este espaço para mantê-los informados de nossas atividades, trazendo aos Senhores (a) a transparência necessária em nossas rotinas diárias. Informamos que o site é exclusivamente para informações e não tem qualquer vinculo com grupos de redes sociais.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

ATENÇÃO - RIO EM ESTÁGIO DE ATENÇÃO NESTA QUINTA FEIRA (CHUVAS FORTES)

Prezados moradores,

Conforme noticiado nos jornais de hoje, o Estado do Rio de Janeiro encontra-se em estágio de atenção em função da espera de grandes chuvas.
Aproveitamos a oportunidade para avisar aos nossos leitores para atentarem ao cuidado no translado de volta as suas casas e evitarem locais de longa distância.
Fontes: O Dia e o Extra.

Prefeito do Rio alerta a população sobre a previsão de chuva muito forte nesta quinta-feira

A população do Rio de Janeiro deve ficar atenta, a partir da tarde desta quinta-feira. Isso porque há a previsão de chuvas muito fortes para o município, devido à formação de um sistema de baixa pressão - um pequeno ciclone no mar, que aumentará a área de instabilidade sobre o continente. A Prefeitura do Rio mobilizou cerca de 3.200 servidores da Secretaria municipal de Conservação, Defesa Civil, Rio Águas, Guarda Municipal, CET-Rio e Centro de Operações Rio.
— Esse é um fenômeno que impacta toda a cidade e também a Região metropolitana. O nosso papel aqui é alertar a população para a possibilidade, que pode se estender até esta sexta-feira, de chuvas fortes rajadas de ventos e descargas elétricas. O principal é não permitir que ninguém morra. — afirmou o prefeito, que compara o quadro com outras situações que aconteceram no passado. — Em dezembro de 2013, a gente teve um impacto muito forte na cidade, a Avenida Brasil ficou parada, a cidade ficou quase toda parada. E também os eventos de 2011, na região da Tijuca, que geraram uma série de transtornos na cidade.
Ainda segundo o prefeito, as áreas de risco merecem uma atenção especial, sob o risco de desabamentos. Todo o efetivo da Defesa Civil estará de plantão para entrar em ação caso haja deslizamentos. Ao todo, são 165 estações de sirenes e 194 pontos de apoio em 103 comunidades com alto risco de deslizamentos.
— A gente faz o apelo em relação às áreas de risco. Para a populaçãose deslocar para os pontos de apoio da defesa civil. As pessoas devem estar atentas para se protegerem. A região está bem mapeada — destacou o prefeito.
Segundo o subsecretario de Defesa Civil, Márcio Motta, os moradores dessas áreas de risco já estão preparados, caso algum incidente aconteça.
— A partir de 2011, o prefeito começou a fazer as instalações nessas comunidades de alto risco e diversos exercícios de simulados foram feitos. Como por exemplo de domingo pra segunda acionamos sirenes em 11 comunidades, tivemos deslizamentos e desabamentos, mas foi realizado e não tivemos nenhuma vítima — disse o secretário.
Para evotar os impactos para temporais, os esforços da prefeituras estão concentrados em vias de grande circulação, como como as linhas Vermelha e Amarela, Avenida Brasil, Autoestrada Lagoa-Barra, Via Binário e Avenida Presidente Vargas, Estrada do Joá e Praça da Bandeira. O Centro de Operações comunicou às concessionárias de serviços públicos e transportes coletivos — ônibus, trens e metrô — para que fiquem de prontidão, principalmente na hora da volta para casa.
— As pessoas devem se informar antes de sair de casa e do trabalho. A vamos ressaltar a população para evitarem áreas alagadas e também evitar que lixo seja jogado nas ruas.
Essa situação na cidade é provocada provocada, segundo o meteorologista do Alerta Rio Pedro Jordano, pela previsão de formação de um pequeno ciclone próximo à costa do Rio de Janeiro, sobre o mar. Esse panorama provocará instabilidades na região
— A previsão é de chuva forte e ocasionalmente muito forte na tarde de hoje. Esse sistema de baixa pressão começa a se afastar na sexta-feira.

Bom dia a Todos!
Att,
Administração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário