Caros condôminos!

Caros condôminos, elaboramos este espaço para mantê-los informados de nossas atividades, trazendo aos Senhores (a) a transparência necessária em nossas rotinas diárias. Informamos que o site é exclusivamente para informações e não tem qualquer vinculo com grupos de redes sociais.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

PROCESSO LIGHT - STATUS ATUAL AGOSTO DE 2015

Prezados moradores,

Recapitulando o desenrolar deste processo que se arrasta desde 2011, ano de seu início. O condomínio na época através de seu advogado impetrou uma ação Judicial em desfavor da Empresa LIGHT reclamando sobre possível defeito no relógio que constava marcações irregulares e inconvincentes com os valores cobrados, sendo determinado através de ação Judicial o pagamento das contas referentes a LIGHT através da emissão de GRERJ. 
Hoje, a LIGHT cobra do condomínio o valor de R$ 359.649,00 sendo necessário lembrar que estes valores não estão inclusos a diferença das GRERJ pagas.
Importante também dizer, que conforme relatos, na época foi pedido a LIGHT a troca do relógio, porém, já existia uma dívida em aberto o que impossibilitava a troca e para piorar o CNPJ que consta nas contas de luz dos PCs até hoje são da Adiel Empreendimentos (Cyrela) E em 2011, o condomínio ainda não tinha CNPJ.
Cabe ressaltar que esta ação foi movida em gestão bem anterior a nossa e longe de nós julgar se foi certa ou errada, pois todo esforço para proteger os valores do condomínio é valida e merecem os seus créditos.
A Empresa Rocha Meirelles através do Drº. Marcelo Meirelles entrou com uma petição de audiência de conciliação onde pretendemos tentar um acordo e avaliar o que já foi pago e negociar o melhor para ambas as partes.

Noutro giro, observamos que alguns moradores por falta de conhecimento ou por vontade alheia ainda insistem em ligar para a LIGHT afim de denunciar irregularidades no fornecimento de energia do condomínio sendo, que, em todas as vezes que recebemos a visita da Empresa nada é constatado. Mas, temos o prazer de explicar que cada bloco tem sustentado e pago pelo fornecimento dos espaços comuns. Logo! Se pagamos, como podemos estar irregulares?
Resta dizer que, as (bombas de água, guarita, salão de festas, ETE, portaria, churrasqueiras, bombas da piscina)  que usamos em nossas casas e nos espaços comuns, são provenientes da energia elétrica que cada bloco vem fornecendo até a solução do processo.

Todavia, não podemos deixar de notar o incomodo destas pessoas que através de suas denuncias infundadas, ou por falta de conhecimento, ou por outros motivos alheios, possuem uma vontade enorme de prejudicar a 780 famílias, portanto, devemos levar em consideração que a ação judicial não é proveniente de nossa gestão e que avisamos em todas as reuniões com os moradores que a qualquer momento algumas ações Judiciais referentes as gestões anteriores viriam a tona, nada mais justo então, em não assumir qualquer tipo de compromisso sem antes dividir o valor de R$ 359.649,00 cobrados pela Empresa Light com as 780 famílias que residem no Liber. (Lembrando que estes valores não estão inclusos o que pagamos em GRERJ).

Não podemos deixar de lembrar que ainda temos uma ação em desfavor do condomínio impetrado pela Empresa CJR (Antiga empresa de Portaria) Que cobra através de ação Judicial o Valor de R$ 188.000 por NOTAS não pagas ou pagas pela metade pela Antiga Administradora Aliança. A qualquer hora, o processo vai andar.

A solução que encontramos para manter o fornecimento de água a todos os moradores realmente não é bonita, mas é necessária para manter o fornecimento, até resolvermos em juízo e dar solução definitiva ao problema.


Att
Administração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário