Caros condôminos!

Caros condôminos, elaboramos este espaço para mantê-los informados de nossas atividades, trazendo aos Senhores (a) a transparência necessária em nossas rotinas diárias. Informamos que o site é exclusivamente para informações e não tem qualquer vinculo com grupos de redes sociais.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

TAXA DE ADIMPLENTES E INADIMPLENTES - FEEDBACK DOS 06 ÚLTIMOS MESES

Prezados moradores,

Por conta do "Plano de Ação de Redução de Custos" queremos mostrar uma prévia do período de Março a Agosto de 2015 referente a taxa de adimplentes e inadimplentes.
Considerando os dados enviados pela Empresa Rocha Meirelles Advogados;
  • Em março de 2015 Fechamos com 36,90% de unidades inadimplentes e 63,10% de unidades adimplentes;
  • Em abril de 2015 Fechamos o mês com 36,39% de unidades inadimplentes e e 63,61% de unidades adimplentes;
  • Em maio de 2015 Fechamos com 37,53% de unidades inadimplentes e  62,47% de unidades adimplentes e fechamos;
  • Em junho de 2015 Fechamos com 37,91% de unidades inadimplentes e  62,08% de unidades adimplentes;
  • Em  julho de 2015 Fechamos com 43,38% de unidades inadimplentes e  56,62% de unidades adimplentes; 
  • Em agosto de 2015 até o presente momento, estamos com 33,66% de unidades inadimplentes e 66,33% de unidades adimplentes.
  • Considerando as unidades que encontram-se em acordo.
         - Vamos analisar por blocos, lembrando que cada bloco possui 130 unidades;
  • Bloco 01 - Temos aproximadamente 26% de unidades inadimplentes e 74% de unidades adimplentes;
  • Bloco 02 - Temos aproximadamente 25% de unidades inadimplentes e 75% de unidades adimplentes;
  • Bloco 03 - Temos aproximadamente 27% de unidades inadimplentes e 73% de unidades adimplentes;
  • Bloco 04 - Temos aproximadamente 37% de unidades inadimplentes e 63% de unidades adimplentes;
  • Bloco 05 - Temos aproximadamente 44% de unidades inadimplentes e 56% de unidades adimplentes;
  • Bloco 06 - Temos aproximadamente 43% de unidades inadimplentes e 57% de unidades adimplentes.
Embora não seja o ideal, temos a certeza que as cobranças estão surgindo seus efeitos o que nos leva a efetuar mais cobranças na forma Judicial. 

Att,
Administração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário