Caros condôminos!

Caros condôminos, elaboramos este espaço para mantê-los informados de nossas atividades, trazendo aos Senhores (a) a transparência necessária em nossas rotinas diárias. Informamos que o site é exclusivamente para informações e não tem qualquer vinculo com grupos de redes sociais.

quinta-feira, 17 de março de 2016

MÁS NOTÍCIAS! PROCESSO CJR X LIBER - SENTENÇA

Prezados moradores,

Para os moradores que não lembram ou não participam das reuniões, vamos resumir:
Trata-se de uma Ação Judicial de cobrança da empresa CJR (Antiga Empresa de Portaria) em desfavor do Condomínio Liber. 
Infelizmente, ao assumirmos a gestão do condomínio encontramos um cenário nada promissor com muitas dívidas e várias irregularidades contratuais sendo a CJR uma delas.
A princípio, perdemos em 1º instância:
Clique para Ampliar. 
Conforme podem notar, a sentença condena ao Condomínio a pagar o valor de R$ 188.174,95 (Cento e oitenta e oito mil, cento e setenta e quatro reais e noventa e cinco centavos) Logicamente que vamos recorrer da decisão, no entanto, não podemos deixar  de alertar sobre a possibilidade de termos que honrar com esta dívida, deixada pelas gestões anteriores.
Cabe também chamar a atenção para a data da ação Judicial (2013) onde é determinado o inicio dos cálculos, ou seja, hoje, se fossemos pagar a dívida, o valor dividido para 780 moradores seria de:
  • R$ 241,24 (Duzentos e quarenta e um reais e vinte e quatro centavos) Sem os Juros e Correção Monetária.
Sendo, que atualmente, trabalhamos com uma taxa aproximada de "47% de Inadimplentes", o que significa que, seriam necessários 02 parcelas deste valor para quitar a dívida, mas, não façam contas ainda, pois, este valor ainda não está corrigido e ainda podemos recorrer da decisão.

Para aqueles que participam das reuniões e acompanham o site, não é novidade. Sempre alertamos sobre estas dívidas deixadas e sobre a possibilidade que um dia, seríamos cobrados.

Nossa gestão vem gerenciando a crise de forma simples, enxugamos a folha salarial, reduzimos os custos, fizemos bons acordos diluindo os valores de modo que se encaixassem em nossa receita, renegociamos os contratos e adequamos os serviços a medida do possível. Claro! Sabemos que não é o ideal, mas, cabe a nós a responsabilidade de tomar as decisões que contribuam para a saúde financeira do condomínio.

Sendo assim, não existe outra alternativa que não seja continuar lutando pelo que é nosso.

Att,
Administração.

"Adversidade? Não me venham falar em adversidades. Diante delas, só há três atitudes possíveis: enfrentar, combater e vencer"  Mario Covas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário